Sobre

 

A Oficina Francisco Brennand é um local único no cenário artístico brasileiro e mundial, por abrigar em seu conjunto arquitetônico monumental a obra de Francisco Brennand e a produção da Cerâmica Brennand. Ocupada em 1971 pelo artista pernambucano, as ruínas da antiga Cerâmica São João, fábrica de telhas e tijolos fundada por seu pai e desativada na década de 1940, tornou-se, ao longo de quase cinco décadas, seu espaço de pesquisa e prática artística, possibilitando, com esse conjunto de instalações fabris e fornos cerâmicos, a construção de um universo onírico próprio.

Brennand deu grande importância à produção de peças e ladrilhos cerâmicos como atividade paralela à do ateliê. Ele enxergava, afinal, a olaria como prioritariamente um local de produção. Manteve uma equipe de oleiros e decoradores, conduzindo trocas de saberes entre sua obra artística e as peças utilitárias. Esse processo resultou em uma produção ímpar, caracterizada pela autoria coletiva com base nas técnicas e iconografia do artista, que segue viva pelas mãos dos artesãos da Oficina, muitos deles seus colaboradores há décadas. Repetição e variação definem as criações, cujos processos se acumulam para tornar cada peça um exemplar único: a formulação da argila e dos pigmentos, a exaltação da imprevisibilidade do fogo nas queimas em alta temperatura e a criatividade e domínio técnico de cada artesão envolvido no laborioso processo de fabricação.


Antes de falecer, em 2019, Brennand transformou o local, que já havia se transformado organicamente em museu, em uma instituição sem fins lucrativos, e nela a produção nunca cessou. A missão da Cerâmica Brennand é seguir no fazer, com um olhar na tradição e outro no futuro. Dar continuidade a esse legado é uma forma de enaltecer o trabalho de Francisco Brennand e ao mesmo tempo se dedicar a uma atividade com potencial para trazer sustentabilidade à instituição, por meio da renda inteiramente revertida ao seu programa cultural e educativo.

 

Conheça a Oficina Francisco Brennand.